Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

A família reflete a sabedoria divina

Alailson Leal
Nós seres humanos somos muitas vezes cegos para o mundo. Não conseguimos ver o que está ao nosso lado, somos incapazes de perceber a presença de pessoas que nos amam – que quer o nosso bem, porém o sentimento não se manifesta – fica dentro de si. O silêncio toma conta de tudo. Estamos tão pertos, mas ao mesmo tempo tão longe como se fôssemos o sol e a lua. Estão executando suas tarefas, entretanto, não sabemos como tudo é feito. Todo dia estão realizando suas funções vitais para o planeta. Se um dia não aparecer o sol com seu brilho esplêndido, a lua com sua beleza inconfundível, a vida no planeta sofrerá, pois só com ausência desses elementos é que vamos entender a importância de cada um dentro do universo.
A família, infelizmente, muitas das vezes,também é assim. Estamos próximos fisicamente, no entanto, cria-se uma barreira que impede qualquer tipo de diálogo. Como se fosse uma dimensão paralela – isolada pelo egoísmo, orgulho e indiferença.O pai em seu pedestal de soberania – o dono da verdade – impõe suas regras como verdade absoluta. O filho, mero mortal, dentro de uma cadeia de submissão incontestável. E o amor, o afeto, a amizade e o respeito - onde estão? Infelizmente esses ingredientes não fazem parte da família.O que alimenta, na verdade, o pai, o filho e a mãe são sentimentos maléficos, como a raiva, a estupidez e a ignorância.
Onde tudo isso vai parar? Não para, continua – o filho procura alegria nas outras pessoas – ditas como “perfeitas”- O mundo repleto de prazer, de orgia e de devaneio – fuga da realidade. E o pai, pobre coitado, destituído de moral e respeito. Não teve preparação para ser pai de verdade, apenas gerou o fruto sem sabedoria, sem a presença do ensinamento de Deus. E a família, que é a base estrutural da sociedade, como fica? Indubitavelmente, sem a presença do diálogo, do entendimento e do amor a família será apenas a perpetuação do sofrimento.
Todavia, o arrependimento, a culpa e a mágoa ocorrem em alguns casos. Nunca é, pois, tarde para sentir que é possível rever o que foi feito durante todo tempo, assim como se arrepender de coração, pedir perdão – já que a culpa não é apenas do pai ou do filho – ambos são culpados. O que vale nesse momento é refletir, analisar e pensar que o amor está presente em tudo. Deixe seu coração falar por você e aproveite a vida – use os ingredientes da felicidade: o amor, o diálogo, a compreensão e o comprometimento com a família.
Dessa maneira, é possível perceber, assim como o sol e a lua que exercem papel fundamental no universo, com uma perfeição irrevogável; a família também tem um papel importantíssimo que é promover harmonia e paz dentro de todos os lares – a família reproduz, portanto, é a base para a sociedade – e ela que reflete a sabedoria divina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário